segunda-feira, 30 de abril de 2012


Para o meu amor.

 Muitos duvidaram e tantos outros, desejeram o mal. Alguns poucos me felicitaram, me desejaram felicidade e acreditaram, a esses, eu desejo o dobro e agradeço por sempre acreditar em mim. Tudo parecia muito inofensivo e mais do que uma conquista, virou amor. Há um ano atrás, exatamente.
 Me lembro da primeira vez que te vi, quando nossos sorrisos se encontraram como por encanto, olhares rápidos, desviados. Cá dentro do peito, senti que era você, você que me faria ser completa e inteira para completar outra pessoa. O amor nos encontrou rápido, a conquista cedeu espaço para o toque e, há um ano atrás, você me pediu em namoro.
 Não fomos perfeitos sempre, erramos, brigamos, batemos de frente e, muitas vezes, tivemos dificuldade para dar o braço mas, como tudo é evolução, isso só nos tornou mais fortes, mais unidos, mais nosso. Hoje, a gente ainda briga de vez em quando mas, quando ficamos uns minutos em silêncio, tomamos consciência que é tudo inútil, que nosso amor é mais do que aquilo.
 Eu não conseguiria colocar em um texto tudo aquilo que sinto quando te vejo mas, eu só queria te agradecer por me fazer ver o amor todos os dias, por sempre cuidar de mim e nunca permitir que a tristeza me afete. Não sei o que faria da minha vida sem você, meu amor.
1

1 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t