domingo, 9 de janeiro de 2011


Planos.

 Escrevo na esperença de amenizar a minha saudade de você. Nos últimos dias estive pensando em tanta coisa que nos uniu, que nos afastou, que nos juntou de novo e por fim, tá nos separando. Essa maldita coisa chamada distância, que por menor que pareça, impede o nosso encontro, o nosso toque, o nosso abraço (...) Preciso de um pouco da vida real que eu tinha do seu lado, os planos que fizemos e promessas que juramos cumprir. 
                                                                                 Mesmo assim eu não esquecia dele. Em parte porque seria impossível esquecê-lo, em parte também, principalmente, porque não desejava isso. 
                                                                                                 É verdade, eu o amava. Não com esse amor de carne, de querer tocá-lo e possuí-lo e saber coisas de dentro dele. Era um amor diferente...
 Em parte me sinto culpada por ainda nutrir esses sonhos em mim, e outra parte me sinto incapaz de ir atrás de outra pessoa para cumprir o que é nosso, o que na minha mente ainda é feito pra vivermos juntos. Mas é isso, os dias vão passando e os planos foram guardados e novos vão sendo aos poucos planejados, não para eu cumprir com outra pessoa mas, são para quando eu puder te ter nos meus braços novamente.
2

2 comentários:

**Brunah Isabelle =) disse...

Oie por favor, vota no OF A TEENAGER, na enquete desse blog aki http://deliriusteenager.blogspot.com/, para eu ser destaque do mês. Conto com vc. Obg

carol vasconcelos disse...

me descreveu nesse texto. sinto que tenho que esquecê-lo, mas não consigo e nem mesmo quero. e sonhos de uma vida a dois, eu nao desejo realizar com ninguem; acho que todos os sonhos têm que ser só com ele.

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t