terça-feira, 30 de novembro de 2010


Papai.

Pai, a tua presença constante, o olhar às vezes distante, me fazem te admirar.
Pai, o teu abraço apertado, mãos firmes e sempre ao meu lado, me dão forças pra caminhar.
Pai, o teu sorriso ilumina, a tua voz me fascina, me acalma nas horas de dor.
Pai, amigo, herói, companheiro, sincero, leal, verdadeiro, o meu exemplo de amor.
Pai, hoje eu quero te agradecer, ter me dado o dom de viver, de ser forte, crescer e lutar.
Pai, quero dar-te um abraço bem forte e sorrir bem feliz pela sorte: ser teu filho e poder te abraçar.

1

1 comentários:

Thaís disse...

Own, que lindo! Adorei essa declaração/homenagem. *-*

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t